Marcius Melhem
Marcius Melhem (Reprodução)

Conforme já foi amplamente divulgado, a Sede do Portas dos Fundos, no Rio de Janeiro, acabou sofrendo um atentado nesta terça-feira (24), véspera de Natal. Nesse sentido, muitos humoristas falaram a respeito.

“Aceitam um Jesus bêbado, mas não aceitam um Jesus gay. A reação revela um pouco da parte preconceituosa desse país”, disse Melhem, que logo depois continuou o raciocínio.

Qual é o problema se Jesus fosse gay? O ser humano é diverso, então Deus pode ser qualquer um de nós. Se Deus é nossa imagem e semelhança, poderia ser como qualquer um de nós. Por que Cristo tem que ser idealizado sempre do mesmo jeito, branco de olhos claros?”, disse ele ao Globo, aludindo à Bíblia, Gênesis 1,26.


Vale frisar que o assunto está tomando grandes proporções, de modo que a página do grupo registrou uma redução de 34,6 mil curtidas, apontados pelo monitoramento Crowdtangle.