Bandeira LGBT
Bandeira LGBT+ (Foto Ilustrativa)

Nesta quarta-feira (11) vários representantes se reuniram para discutir sobre assuntos pertinentes à comunidade LGBT, entre eles, o combate à discriminação, que foi o tema central do encontro.

A votação, para escolher membros para gestão do Conselho Estadual de Combate à Discriminação LGBT do Amazonas, contou com 11 representantes e aconteceu na sede da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania.

“Com o Conselho, termos mais formas de fazer com que eles sejam ouvidos, por isso nossa preocupação em reunir o maior número de representantes”, afirma a secretária. “É uma honra participar desse momento único para a comunidade LGBT. Sabemos da importância do Conselho, que precisa estar sempre presente para termos legitimidade efetivar políticas públicas. É através da luta de cada um que vamos conseguir garantir os direitos”, disse a titular da Sejusc, Caroline Braz.


O trabalho maior começa agora. Com o Conselho estabelecido, a comunidade se fortalece”, comenta. “Que bom que conseguimos consolidar este momento”, diz Rosaly Pinheiro, líder do fórum LGBT. vale frisar que o resultado da votação sairá no Diário Oficial do Estado do Amazonas e no site do órgão, conforme o Acrítica.