Militante bolsonarista, Karol Eller é brutalmente espancada por ser lésbica

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

A militante bolsonarista Karol Eller foi vítima de um ataque homofóbico ocorrido neste domingo (15), na praia da Barra da Tijuca, no Rio de Janeiro. As informações são da coluna Leo Dias, do Jornal de Brasília.

Conforme a publicação, Karol estava acompanhada da namorada, quando foi surpreendida por um homem que questionou: “Como é que você consegue namorar um mulherão desses hein?”.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Após ouvir diversas provocações do homem, rapidamente o caso virou agressão e Karol foi surpreendida por socos e pontapés. Por conta da intensidade da agressão, a jovem chegou a desmaiar.

Com a grande repercussão do caso na mídia nacional, na manhã desta terça-feira (17) Karol se pronunciou através do Instagram e pediu para que os seguidores orassem por sua recuperação.

“Gostaria que vcs lembrassem de mim com esse rosto! Deus tá no comando de tudo. Agora estou sem condições de falar ou fazer vídeos explicando! Mas quando eu estiver bem eu volto pra falar com vcs! Obrigada a todos pelo suporte. Orem por mim”, disse.

Com milhares de seguidores no Youtube, Karol Eller é considerada amiga pessoal da família Bolsonaro. Nos últimos anos a moça ficou conhecida por defender abertamente o político. Em um de seus vídeos mais assistidos do Youtube ela afirma que não existe homofobia.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio