Estádio
Estádio (Ilustrativa)

A homofobia dentro dos estádios é um assunto que está repercutindo cada vez mais. Contudo, através de uma pesquisa, constatou-se que mais da metade dos jogadores da série A são favoráveis à punição.

O levantamento foi realizado com cem jogadores do Atlético-MG, Botafogo, Corinthians, Cruzeiro, CSA, Flamengo, Fluminense, Fortaleza, Goiás, Grêmio, Internacional, Palmeiras, Santos, São Paulo e Vasco, segundo o Sul21.

Algumas medidas interventivas já foram propostas como: paralisar o jogo, independentemente de estar no começo, meio ou no final da partida. E, primeiramente, chamar a atenção quando a torcida proferir gritos homofóbicos; dentre outras coisas.


Vale frisar que a situação expandiu e a Premier League, na Inglaterra, também mostrou preocupação com tema, endurecendo medidas de combate à homofobia e racismo.