Fernanda Gentil
Fernanda Gentil (Foto: reprodução)

2019 está no clima de despedida, e durante todo o ano, assuntos e declarações LGBT+ foram pautas por diversos famosos. O Observatório G separou a você algumas declarações que não tiveram repercussões positivas e outras que geraram polêmicas não tão bem vistas assim.

Em resumo, começamos com a polêmica declaração da ex peoa, Nicole Bahls, a musa afirmou que não era legal ver gays se beijando em novelas. “Eu não acho legal nem hétero nem homossexuais, porque às vezes tem crianças assistindo, tem a família… Então não acho que é uma coisa que deve ser passada na TV”, declarou a ex panicat que era abraçada pela maioria do público LGBT+.

Entretanto, no Twitter, um rapaz se expressou, e rebateu a gata. Logo após toda repercussão, a modelo se pronunciou e fez um vídeo.


Outra polêmica envolvendo a questão LGBT+, foi a declaração da apresentadora Fernanda Gentil. A loira em entrevista à Folha de São Paulo, relatou respeitar os indivíduos que defendem o tabu do beijo gay.

“Respeito quem acha um crime ter o beijo gay. Agora, não vai bater em quem beija, entendeu? [Respeito] Quem infelizmente é racista. Agora, vai discriminar, bater, matar porque é de outra cor? Aí não“, disparou.

A internet não perdoou, a jornalista que é lésbica e casada, deu o que falar nas redes sociais, e foi muito criticada.

Agora a polêmica que gerou varias matérias em programas de TV, foi a do cantor Nego Do Borel, o cantor foi acusado de transfobia, após responder um comentário da transexual Luísa Marilac.

Após toda polêmica, o cantor pediu desculpas pelas redes sociais e reconheceu o preconceito.

“Luisa, eu quero te pedir desculpas do fundo do meu coração pelo o meu comentário. Realmente eu errei, me perdoa. É um jeito meu que eu estou tentando mudar aos poucos, a gente vai mudando, lapidando aos poucos”, disse ele, num vídeo publicado em seu Instagram .

“Quero te pedir desculpas pelo acontecido e a toda a galera que ficou chateada comigo. Minha intenção jamais foi machucar, diminuir, pisar. Não sou essas pessoas que ficam esculachando os outros, diminuindo…”, disse o cantor.