K-pop
Grupo K-Pop (Foto: divulgação)

O show da banda K-Pop acabou sendo cancelado devido à legislação do país, que considera a homossexualidade como uma condição digna de punição. Desse modo, os membros da banda, ao subirem ao palco para pedir desculpas, até choraram.

O show seria realizado no Kuwait. O país árabe no Golfo Pérsico é um dos 70 países onde a homossexualidade ainda é considerada crime. Vale frisar que estes países não desassociam a religião do Estado, tornando-se assim bem atrozes com LGBTs.

Desse modo, para seguir à risca os preceitos tradicionais, o Ministro de Comunicações e Informações do país cancelou a apresentação do grupo em decorrência de algumas especulações de que os integrantes eram gays.


É oportuno lembrar também que o cantor de K-pop, Holland, tem chamado atenção da Coreia do Sul, por falar publicamente sobre homossexualidade em seus clipes. Aliás, ele é o primeiro artista do país a se declarar gay.