Idosos
Idosos (Foto: reprodução)

Milton Crenitte, médico geriatra da USP, apresentou uma pesquisa que busca colher dados sobre envelhecimento LGBT, com pessoas acima de 50 anos. O projeto de doutorado do médico foi aprovado pelo comitê de ética em pesquisa da faculdade de medicina da USP.

Nesse sentido, através das perguntas respondidas, a pesquisa busca descobrir se LGBTs acima dos 50 estão envelhecendo de forma saudável e com seus direitos garantidos, com ênfase no acesso à saúde e informações.

A pessoa não precisa digitar nem o nome para participar. Assim, será questionado se a orientação sexual e a identidade de gênero podem ter algum papel nas vulnerabilidades que podem acompanhar o envelhecimento.


Por isso, essa pesquisa é direcionada para todos os brasileiros com mais de 50 anos, LGBTQI+ ou não. Você poderá participar do projeto clicando no link e seguindo o que estiver proposto. is.gd/envelhecimentosaude .