Símbolo da luta contra o HIV/AIDS
Símbolo da luta contra o HIV/AIDS (Foto: Reprodução/Internet)

Todo mundo sabe a importância de trazer à tona questões como o uso correto de preservativos, contudo, as políticas públicas voltadas para educação nesse sentido são muito escassas e falhas.

Porém, para tentar mudar um pouco esse cenário, pela primeira vez, o Ministério da Saúde lança campanha exclusiva para prevenção contra as Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs). Com início no dia 1º de novembro, a ação tem foco no público jovem, entre 15 e 29 anos.

Nesse sentido, com enfoque intenso em depoimentos reais de pessoas que já tiveram alguma infecção sexualmente transmissível, a campanha tem o intento de trazer à luz, de forma dinâmica, a importância do uso de preservativos. Desse modo, herpes genital, sífilis, gonorreia, HIV, HPV, hepatites virais B e C, cancro mole e clamídia, serão algumas das doenças sublinhadas no projeto. Nesse sentido, na televisão e na internet, a campanha será trabalhada por filmes.


Além do mais, conforme já reportamos, é essencial também falar sobre PEP e PrEP. Assim, conversamos com especialistas que esclareceram alguns tabus que cercam o tema, bem como a necessidade de amplificar o acesso à informação.