agressão-Augusto-e-Glenn
Glenn foi agredido por Augusto Nunes durante um debate no programa Pânico, da Jovem Pan (Reprodução/Youtube)

O jornalista Glenn Greenwald, fundador do site The Intercept Brasil, foi agredido na tarde desta quinta-feira (7), pelo jornalista Augusto Nunes durante um debate ao vivo no programa Pânico, da rádio Jovem Pan.

O caso ocorreu após o esposo do deputado David Miranda questionar o jornalista, sobre um comentário que ele teria feito, onde afirmou que o casal deveria ser investigado pela justiça, por não cuidar devidamente dos filhos.

“Nós temos muitas divergências políticas, eu não tenho problema nenhum em ser criticado pelo meu trabalho – eu critico ele também. Mas o que ele fez… ele disse nesse canal, na Jovem Pan, a coisa mais feia e suja que eu vi na minha carreira como jornalista”.


Ele disse que um juiz de menores deveria investigar nossos filhos e decidir se nós deveríamos perder nossos filhos. Que eles deveriam voltar para o abrigo, com base nenhuma. Acusando que estamos abandonando, fazendo negligência de nossos filhos“, desabafou Glenn, que há meses tem sido vítima de homofobia.

Ao ouvir o comentário do jornalista americano, Augusto tentou se justificar dizendo que Glenn “não sabe identificar ironia”. Além disso, Nunes desafiou Greenwald a provar em qual momento ele teria falado sobre o juizado. “Disse apenas que o companheiro dele passa tempo em Brasília, passa o tempo todo lidando com material roubado. Quem vai cuidar dos filhos?”.

Ao ouvir a explicação do jornalista, Gleen afirmou que Augusto estaria sendo “covarde”, por não assumir suas palavras. Irritado com a acusação, Augusto partiu para cima do americano, acertando um murro no rosto. Em seguida, os dois foram rapidamente afastados.