Diego Hypolito
Diego Hypolito (Foto: Reprodução/Instagram)

O ginasta Diego Hypólito usou seu perfil do Instagram nesta terça-feira (12), para fazer um desabafo sobre os diversos casos de bullying que sofreu na infância. Segundo o esportista, ele chegou a ser espancado.

O relato de Diego se iniciou logo após ele receber uma mensagem de um internauta criticando sua posição quanto ao bullying que ele passou quando criança. Para o rapaz, o esportista “usufrui das conquistas” “mas não dá valor a isso e ainda cospe no prato que comeu”.

“Meu técnico falava para minha mãe que eu era gay desde os meus 11 anos de idade. Me faziam ficar nu com 9 anos de idade, pegar uma pilha com o ânus na frente de vários outros atletas, pois senão, me espancavam e me humilhavam, rindo e achando isso o máximo”, disse Diego, que revelou ser gay em maio deste ano.


Em outro momento, Diego contou que acabou não fazendo denúncias quanto aos maus tratos porque na época passava por dificuldades dentro de casa e a ginastica era uma oportunidade para sua família melhorar de vida.

“E eu como passava fome dentro de casa, pois meus pais saíram de São Paulo para o Rio de Janeiro para o sonho dos três filhos de serem ginastas em um lugar melhor“, escreveu o namorado de Marcus Duarte.

E continuou: “Mas, na verdade, financeiramente foi muito pior, pois ficamos 6 a 8 meses sem energia e lembro do desespero da minha mãe, pois não tinha o que comer, não falo de proteína. Não tinha nem arroz e só tinha como acender o fogão com fósforo! E 49 centavos que era o preço, muitas vezes nem tínhamos como comprar”.