Juliano-Cazarré
Juliano Cazarré (Foto: Reprodução/ Instagram)

Após ser chamado de machistas nas redes sociais, o ator Juliano Cazarré voltou a falar sobre o que acha de seu posicionamento. Em entrevista para a colunista Fabia Oliveira, do jornal O Dia, o global disse que não vai se desculpar.

“Acho uma polêmica boba. Falei com outros homens, que eles cuidem e protejam suas famílias. Isso é bonito, é bom e é o oposto de machismo. Machismo é abandonar a mulher, bater na mulher, abandonar filho… E eu sou o contrário disso. Sou um cara que assume filho, que está em casa com a esposa”, disse Cazarré, que chegou a ser defendido por Leo Dias.

Ainda durante a entrevista, Cazarré tentou se explicar e reafirmou o que acha sobre a polêmica de machismo. “Eu acho que falei uma coisa que é boa, por isso não voltei atrás. Por isso eu acho que não tenho que pedir desculpas por nada”.


E continuou: “Mantenho minha posição e acho que qualquer pessoa que queira olhar com olhos neutros vai ver que em nenhum momento eu falei que homem é melhor que mulher, ou que mulher depende de homem. Pelo contrário, eu disse que muitas mulheres são guerreiras e heroínas, e que a vida delas fica muito mais difícil porque algum homem foi banana com elas lá atrás”, relatou.

O caso polêmico se iniciou após no último final de semana Cazarré ter publicado em seu perfil do Instagram, um texto onde afirmava que a masculinidade não é uma construção social e que ela “faz do mundo um lugar mais seguro”.