Rodrigo Westermann
Rodrigo Westermann (FOTO: Reprodução/Instagram)

Prestes a se casar com o cantor Leandro Bueno, o modelo Rodrigo Westermann, sobrinho-neto do polêmico Pastor Silas Malafaia, afirmou que passou por uma espécie de ‘cura gay’, quando a família descobriu sua homossexualidade.

Em entrevista ao jornal Extra, Rodrigo deu detalhes de como é a relação com a família Malafaia. Segundo ele, desde a adolescência ele não tem uma boa relação com esta parte da família.

“Frequentei igreja a vida inteira. Quando descobriram que sou gay, foi um terror psicológico. Me levaram a um terapeuta evangélico. Prometi que iria mudar. Não havia saída, eu tinha só 15 anos. Não tinha autonomia”, desabafou.


“Precisava obedecer ou ficaria de castigo. Arrumava até namorada de mentira. Só assumi realmente aos 20 porque não aguentava mais. Falei ‘ou vocês têm um filho gay, ou não têm mais um filho’. Aceitaram, mas com algumas ressalvas”, completou.

Ainda durante a entrevista, Rodrigo afirmou que tenta manter uma relação apaziguadora com a família, no entanto, mesmo estando um pouco distante e se preservando, nada é o suficiente para ser aceito.

“É bem complicado eu manter uma amizade com eles porque não aceitam nada que eu faço. Independentemente de caráter, para eles, eu e Leandro somos muito errados em tudo. Vivo minha vida, tenho meus sonhos e pago minhas contas. Não preciso provar nada para ninguém, mas parece que eu sempre tenho um saldo negativo por causa da religião”, conta.

View this post on Instagram

my everything 💕

A post shared by Rodrigo Westermann Malafaia (@rodrigowm) on