No DF, rapaz é esfaqueado 22 vezes por 16 homofóbicos
Faca com sangue (Foto: ilustrativa)

Crime escabroso no DF! Um rapaz de 23 anos foi esfaqueado 22 vezes, na Rua do Lago em Brazlândia no Distrito Federal, no dia 6 deste mês. Após a atrocidade, o rapaz foi levado às pressas para o hospital e liberado pela equipe médica no dia 20.

O rapaz que atua como promoter caminhava pela calçada, quando foi cercado por 16 homens. De acordo com o depoimento da mãe dele, os rapazes gritavam frases homofóbicas durante o ato.“Antes de receber tantas facadas, a última coisa que ele conseguiu ouvir dos bandidos é que iria morrer por ser homossexual”, disse. 

“A sorte foi que um casal de amigas dele estava próximo, e uma delas correu e o abraçou para que parassem de esfaqueá-lo”, continuou a mãe. Após as agressões, segundo o Metrópoles, o rapaz foi internado no Hospital Regional de Brazlândia (HRB).


Nesse sentido, como se trata de um crime de gênero, a Comissão de Direitos Humanos da Câmara Legislativa (CLDF) irá acompanhar o caso para que os criminosos sejam punidos nos conformes da lei.

Além do mais, recentemente, outro crime brutal contra um homossexual foi registrado. O jovem em questão estava em um estabelecimento público com seu paquera, quando foi surpreendido por um homofóbico que interveio na relação dos dois e partiu para cima.