big-mouth
Big Mouth (Reprodução/Netflix)

Após entrar em uma grande polêmica com a comunidade LGBTQ+, Andrew Goldberg, co-criador da série Big Mouth, da Netflix, usou seu perfil do Twitter nesta segunda-feira (7), para se desculpar sobre o caso.

“Nós erramos o ponto com essa definição de bissexualidade versus pansexualidade. Eu e meus companheiros criadores pedimos sinceras desculpas por termos feito as pessoas se sentirem mal representadas”, disse Andrew.

Conhecida por ser uma série que fala constantemente sobre sexualidade e gênero na adolescência, nesta terceira temporada Big Mouth inseriu a personagem Ali (Ali Wong), que se define como pansexual.


Em uma das cenas onde ela apresenta sua sexualidade, a garota diz que ser pansexual significa que as “preferências sexuais não são limitadas pela identidade de gênero […] se você é bissexual, é como se você gostasse de tacos e burritos, mas eu poderia gostar de um taco que nasceu um burrito, ou de um burrito que está virando um taco, ou qualquer m*rda que está no menu”.

Nas redes sociais a fala da personagem foi vista de forma ofensiva para muitas pessoas da comunidade LGBTQ+, principalmente entre os bissexuais e pessoas transgêneros. Pela associação e também pela limitação sexual.