Campanha da Coca-Cola com casal gay
Campanha da Coca-Cola com casal gay (FOTO: Divulgação)

Embora a homofobia seja uma clara realidade no mundo inteiro, cada país lida de um jeito diferente com o assunto, por conta de posicionamentos e legislações diversas. Na Hungria, a Coca-Cola recebeu uma multa por conta de uma campanha publicitária com casais do mesmo sexo.

A empresa de refrigerantes e afins recebeu uma multa dos reguladores húngaros, enfrentou ataque de parlamentares do partido Fidesz, que é dominante no país. A mídia acusa a marca de violar leis de publicidade do país, alegando que a proibição se deve “a proteção de crianças e menores”, porque “prejudicam o desenvolvimento físico, mental, emocional ou moral”, como aponta o Pink News.

Além da imagem de um casal homoafetivo, a Coca-Cola Zero ganhava o slogan de “zero açucar, zero preconceito”. O site 24.hu relata que a gigante foi multada em aproximadamente 500 mil florins, que equivale atualmente a 6911 reais. A marca de refrigerantes emitiu a seguinte nota:


“Acreditamos que somos todos iguais, independentemente de nacionalidade, religião, gênero, idade, origem étnica, idioma, hobbies ou pontos de vista. Acreditamos que tanto os heterossexuais quanto os homossexuais têm o direito de amar as pessoas que amam. Em nossa campanha publicitária, destacamos os princípios que representamos, como nossa crença na igualdade das pessoas. Acreditamos em um mundo baseado nesses valores, onde todos são livres para viver felizes”.

O parlamentar húngaro Boldog István comandou um boicote, atraindo um abaixo-assinado com 42 mil assinaturas, numa espécie de campanha anti-LGBT. Boldog publicou o seguinte: “Até que eles tirem seus pôsteres provocantes da Hungria, não vou consumir seus produtos”.

Campanha da Coca-Cola Zero da Hungria com casais homoafetivos
Campanha da Coca-Cola Zero da Hungria com casais homoafetivos (FOTO: Divulgação)