Mangueira-LGBT-Carnaval2020
Figurino de Maria Madalena e Nossa Senhora das Dores (Foto: Rafael Figueiredo / Divulgação)

A escola de samba Mangueira promete causar bastante em seu desfile do carnaval de 2020. Isso porque a agremiação vai levar para a Sapucaí uma Maria Madalena vestida com as cores do arco-íris LGBTQ+.

Conforme informações do jornal Extra, no próximo carnaval o carnavalesco da escola, Leandro Vieira, apresentou como proposta o enredo “A verdade vos fará livre”, que terá como alegoria um Jesus que vive nos tempos modernos.

O objetivo é mostrar um Cristo mais político e menos ligado ao significado religioso. A ideia é exibir Jesus enfrentando os desafios deste milênio, que se assemelha com o dos tempos no qual viveu.


Outra novidade que a escola pretende mostrar na Avenida é uma Nossa Senhora das Dores negra, em sinal de protesto ao genocídio do Estado. A santa estilizada vai representar a dor de milhares de mães das periferias brasileiras, que viram seus filhos sendo vítimas da violência.

O tema preconceito e diversidade não vai ser tratado apenas pela Mangueira. A escola de samba paulista, Vila Mathias, anunciou no início do ano que vai homenagear o ex-bbb gay, DiCesar. O maquiador é conhecido há 25 anos na noite de São Paulo por dar vida a drag queen Dimmy Kier.