Após a torcida do Vasco passar por alguns casos envolvendo homofobia, o time entrou em campo neste domingo (1º), para enfrentar o Cruzeiro, no Mineirão, com uma faixa contra a homofobia.

“Homofobia é crise. Respeito e Igualdade são a nossa história”, dizia a faixa carregada pelos jogadores. Nos últimos dias o clube também tem feito diversas ações nas redes sociais repudiando o preconceito.

O principal caso ocorrido com a torcida do Vasco ocorreu no último domingo (25), quando o juiz Anderson Daronco precisou paralisar o jogo após ouvir gritos como “time viado”, vindos da arquibancada.


A partida só retornou após uma conversa com o técnico Vanderlei Luxemburgo e depois que o locutor do estádio solicitou que palavras de ódio não fossem proferidas pela torcida.

Esta não é a primeira vez que a torcida do Vasco se envolve com questões homofóbicas. Na última semana a torcida do Flamengo relatou que foi vítima de homofobia, após dois rapazes serem flagrados se beijando na arquibancada. A foto teria sido compartilhada como chacota.