Discreto quanto a sua sexualidade, o ator Marco Nanini revelou detalhes íntimos de seu relacionamento com o marido, o produtor Fernando Libonati. Os dois estão juntos há 31 anos.

Em entrevista ao jornal O Globo, o ator, que está prestes a viver um enfermeiro homossexual no filme Greta, definiu seu relacionamento como “abertissimo” e que não liga mais para questões sexuais.

“A gente fez uma convenção em Barcelona. Ele queria ir para a boate, e eu gosto de ficar em casa. Sou gêmeos com câncer, é uma tristeza… Então, propus: ‘Nando, vamos fazer o seguinte: faz o que você quiser e eu também posso fazer o que eu quiser. Só não vale ofender e expor’”, disse.


“Não precisa contar tudo, né? Aliás, quanto mais escondido for, melhor”, afirmou. “Mas também não temos mais aquela coisa… (refere-se à vida sexual). Eu, pelo menos, não tenho mais o que querer nesse aspecto. Quero é sombra e água fresca, porque cansa muito, né? (risos) Como é delicioso ficar quieto…”, acrescentou.

Em uma nova fase de sua vida, Nanini ainda contou que seu papel em Greta foi um trabalho que ele estava procurando faz tempo. Segundo o artista, ele precisava falar de um “homem envelhecendo”.

“Queria fazer um trabalho que falasse de um homem envelhecendo e acertando as contas com a vida. Em que pudesse mostrar o meu corpo envelhecido. Não quero fingir que não envelheço. Esse roteiro era o que eu procurava”, contou o ator, que faz uma cena onde aparece completamente nu.

“Achei que não devia ter pudor nem preconceito comigo mesmo. O personagem está do meu lado, não estou me exibindo, mas mostrando o personagem. As cenas de sexo eram necessárias para contar a história e foram feitas com bom gosto”, revelou ele, que está no ar na novela A Dona do Pedaço.