A cantora Ivete Sangalo surpreendeu o publico do Rock in Rio Lisboa neste domingo (8), ao dar um textão sobre a liberdade sexual, preconceito e intolerância. Sem dar nome aos bois, a baiana pediu para o publico amar sem pudor.

“Beijem-se à vontade, se abracem, sejam felizes, porque a vida passa e a gente fica se importando com o que o outro está pensando, quando, na verdade, o outro que condena, que é intolerante, ele começa intolerante consigo, não compreende o que está dentro dele. Por isso, como ele não é feliz, não quer que o outro seja. Vamos ensinar o intolerante a amar, a saber como amar e ser feliz”, iniciou a cantora, que esteve em um evento em um terreiro de candomblé.

E completou: “É maravilhoso quando a gente tem essa liberdade. Eu fico tão feliz porque meu marido e eu a gente se beija, se abraça, se ama em qualquer canto que queremos, em todo lugar que a gente vai, temos a liberdade de fazer isso”.


No meio do discurso, Ivete ainda citou seu filho Marcelo, que hoje está com nove anos, afirmando que ensina diariamente à criança que a “coisa mais importante é a liberdade de amar, de podermos amar”.

“São diferentes formas de amar e todas elas são importantes na construção de nossas vidas, da nossa sociedade sadia. Não vai haver nunca uma sociedade sadia quando o direito de amar é só para alguns e não para todos”, finalizou Ivete.

O posicionamento de Ivete vem logo após um final de semana intenso de luta contra LGBTfobia. Desde a última sexta-feira (6), o prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella (PRB), tem lutado na justiça para censurar a literatura LGBT+ da Bienal Internacional do Livro do Rio.