Bandeira trans
Bandeira trans (Foto: Reprodução/Internet)

Um crime escabroso ocorreu no Ceará na noite de sexta-feira (6). Um homem trans de 20 anos teve seu corpo arrastado pela rua e foi morto com três tiros na cabeça, no bairro do Pici, em Fortaleza, Ceará. Segundo informações da polícia, a motivação do crime pode ter sido por tráfico de drogas, mas as autoridades não descartam homofobia.

Nesse sentido, o caso está sob o domínio do 11º Distrito Policial de Fortaleza. Yuri Gabriel Castro Farias Praciano, nome social da vítima, foi abordado por três homens, amarrado em um poste e executado com três tiros na cabeça. Segundo estipulado pela polícia, o rapaz tinha passagem na Delegacia por tráfico de drogas.

Segundo o UOL, um comerciante estava no local.“Não vi o que aconteceu, mas ouvi muitos gritos. O pessoal ficou assustado”, disse Jeferson Alves. Nessa direção, a polícia garante sigilo absoluto para quem tiver alguma informação que ajude a esclarecer o caso.


Entrar em contato pelo dique-denúncia no número 181, ou pelo ??(85) 3257-4807, do DHPP, ou ainda pelo ???(85) ?99111-7498, que é o WhatsApp do departamento, por onde podem ser feitas denúncias via mensagem.