Foto: Transmissão TVLinn da Quebrada
Gloria Groove (Foto: Transmissão TVLinn da Quebrada)

A drag queen Gloria Groove se apresentou no palco do Rock in Rio na primeira noite do festival (27). Desse modo, aproveitou o ensejo e, ao conceder uma entrevista ao Leo Dias, falou sobre representatividade. Gloria, como porta-voz da comunidade LGBT e ávida defensora da causa, enfatizou a importância do momento.

“Acho que só de trabalhar com a Karol (Conka), só de sentir toda essa generosidade que ela deposita em mim, como ela acredita e acompanha o meu trabalho, me deixa muito assustada porque ela é uma das minhas maiores referências. Imagina você aí em casa, como que é uma das suas maiores referências artísticas da vida, te reconhecer, te chamar para o convívio dela, querer trabalhar junto contigo. Tudo isso é um presente muito grande.”.

“Há 4 anos era impossível você imaginar uma drag queen, uma travesti, em cima do palco Sunset. É o que a Linn (da Quebrada) falou hoje mais cedo. Tudo se transforma quando a gente percebe que é com a nossa união que o bagulho funciona.”, diz Gloria que, recentemente, disse que jamais fingiria ser hétero para ter sucesso.


Sobre inspirar pessoas, Groove revela que prefere deixar fluir naturalmente.”Em pensar que sou isso para alguém ou que posso ser, ainda mexe muito com a minha cabeça. Logo, procuro-me divertir e ser eu mesma”.