Felipe Neto
Felipe Neto (FOTO: Reprodução/Instagram)

Já abordamos amplamente por aqui a ordem de Marcelo Crivella para recolher um HQ da franquia dos Vingadores. Isso se deveu ao fato desse exemplar ter uma imagem de um beijo gay. Felipe Neto, ativo nas redes sociais, procurou fazer sua parte.

Com o próprio informou, através de matéria ao E+, o youtuber doará mais de 14 mil livros com a temática LGBT+ durante a Bienal do Livro do Rio de Janeiro, no sábado (7). Embora não vá estar presente, embalará todos esses com um plástico preto e um adesivo com os seguintes dizeres: “Este livro é impróprio para pessoas atrasadas, retrógradas e preconceituosas”.

Ao portal, citado acima, explicou mais a decisão: “A ideia foi minha, nascida de um absurdo que a gente está experimentando e vivenciando quase todos os dias no governo brasileiro como um todo. Foi uma resposta a essa intolerância. Num mundo onde a gente precisa incentivar cada vez mais a diversidade, o amor e a aceitação, nós temos líderes políticos e religiosos no Brasil lutando pelo oposto, pelo autoritarismo, pelo excesso de regras baseadas no próprio conceito de moral e não no amor e na aceitação”.


Por fim, Felipe Neto declarou no Twitter: “Um simples beijo gay em uma HQ foi chamado de material PORNOGRÁFICO pelo maldito prefeito do RJ, Crivella. Violência, adultério, roubo, sequestro, sangue, explosão, nada disso jamais incomodou q estivesse em HQs. O problema é sempre o amor LGBT. Mas CENSURA não será tolerada”.