O polêmico deputado federal baiano Pastor Sargento Isidório (Avante), causou novamente com seus posicionamentos sobre pessoas LGBTQ+. Agora o parlamentar afirmou que o gênero é determinado pelos órgãos genitais.

A declaração do deputado ocorre logo após o presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciar que vai pedir ao Ministério da Educação (MEC) a elaboração de um projeto para proibir abordagens sobre “ideologia de gênero” no ensino fundamental.

“O AGU se manifesta sobre quem compete legislar sobre IDEOLOGIA DE GÊNERO, sendo competência FEDERAL. Determinei ao @MEC_Comunicacao, visando princípio da proteção integral da CRIANÇA, previsto na Constituição, preparar PL que proíba ideologia de gênero no ensino fundamental”, escreveu Bolsonaro no Twitter.


Após a fala do presidente, nesta quarta-feira (4) Isidório usou suas redes sociais para informar que o projeto pelo qual o presidente se referia, ele já teria elaborado e corre desde o início do ano na Câmara.

“Meninos e meninas já veem (sic) com o carimbo de Deus, basta olhar entre as pernas. Não à toa a CNBB alerta que homossexualismo adoece nossos jovens”, escreveu Isidório, no Facebook.

Em seu projeto, identificado pelo número 1.239, o parlamentar sugere a proibição de aplicação de recursos públicos, “bem como o uso das estruturas e instituições da Administração Pública Direta ou Indireta, das Fundações, Autarquias e Empresas Públicas e Privadas prestadoras de serviços do Governo Federal, Estadual, Distrital e Municipal e outros, nas ações de difusão, incentivo e valoração da IDEOLOGIA DE GÊNERO”.

Ideologia de Gênero é obra de engano! DEUS fez homem e mulher e abençoou

Caso o MEC queira buscar no Parlamento Federal Projeto matéria para proteger nossas crianças contra a perigosa ideologia de gênero desde já disponibilizo o Projeto de Lei nº 1.239 / 2019 – https://www.camara.leg.br/proposicoesWeb/fichadetramitacao?idProposicao=2193377

Posted by Pastor Sargento Isidório on Thursday, September 5, 2019
Foto: Reprodução / Facebook