Parece que a ideia do corte do beijo gay entre as personagens Camila (Anaju Dorigon) e Valéria (Bia Arantes), na novela Órfãos da Terra, foi uma decisão exclusivamente da cúpula da Globo.

De acordo com o site Natelinha, o caso não foi avaliado pelas autoras Duca Rachid e Thelma Guedes. Inclusive, a publicação afirma que as duas até tentaram reverter a situação, mas não obtiveram sucesso.

Conforme fontes anônimas entrevistadas pelo site, a Globo teria avaliado que o beijo entre Vamila, como o casal é chamado na internet, entraria em cena apenas para lacrar e o corte não faria muita diferença no decorrer da trama.


A insatisfação das autoras é tão grande, que a própria Thelma Guedes não conseguiu esconder seus sentimentos sobre o corte. Na última semana, após diversos fãs criticarem a decisão da Globo, a escritora, que é militante atuante nas redes sociais, deu a entender que estava irritada com o ocorrido.

A repercussão do caso foi tanta, que nesta segunda-feira (9) a polêmica foi pauta do programa Fofocalizando (SBT). Ao vivo, Léo Dias contou que uma espécie de Fórum de Dramaturgia, teria avilado que o público de Bom Sucesso aceitaria melhor o beijo gay do que em Órfãos da Terra.