O modelo Max Souza, marido do prefeito Edgar de Souza, da cidade de Lins, interior de São Paulo, sofreu ataques homofóbicos nesta semana, após compartilhar no Instagram uma foto usando a camisa do Corinthians.

Surpreendido pelos comentários preconceituosos, Max editou a legenda da foto e comentou, de forma indignada, pelo que passou. “Infelizmente em pleno século 21 ainda temos que conviver com esse tipo de comportamento. Vamos praticar mais o RESPEITO, pois essa palavra se enquadra em qualquer meio na sociedade, não podemos achar que isso é normal”

Ainda na publicação, o rapaz, que é um dos candidatos a Mister Brasil, comentou sua paixão pelo futebol: “Quem me conhece sabe que eu curto muito futebol, sou corintiano e o meu programa toda quarta feira à noite é assistir futebol. 😁 acredito muito que o esporte tem o poder de transformar a vida das pessoas”.


Entre as mensagens negativas, teve internautas que o chamaram de “bambi” e que ele não merecia vestir a camisa. Outros seguidores aplaudiram a mensagem. “Muito linda suas palavras, parabéns”, disse um internauta. “Belíssimo”, elogiou outro.

Nas últimas semanas notícias envolvendo LGBTfobia nos estádios têm crescido na mídia. Como forma de reverter os casos, o Esporte Clube Bahia lançou uma campanha exaltando a presença de pessoas LGBTs em sua torcida. Para isso bandeiras de arco-íris foram colocadas no campo.