MC Lan é acusado de expulsar modelo trans de gravação
MC Lan é acusado de expulsar modelo trans de gravação (Reprodução)

Numa entrevista concedida ao canal de Léo Áquilla, a modelo transexual Alessandra Tavares, afirma que viveu momentos de terror na gravação de um clipe. Segundo a modelo, ela, no início da gravação do clipe “Sua Amiga Eu Vou Pegar”, não revelou ser transexual, já que oficialmente é considerada uma mulher. Porém, começou a perceber olhares estranho e, após isso, diz ter sofrido represálias e humilhações advindas do cantor Mc Lan, que até então não teve seu nome revelado.

“Quando coloquei o pé no set de gravação, percebi que havia um alvoroço por parte do cantor. Todos acharam estranho, já que não havia contado a ninguém que era trans”, explicou Alessandra.

“Não só me tiraram de lá dessa forma, como o cantor falou para não me levarem de volta até a estação. É a obrigação de toda equipe levar as meninas de volta”, acrescentou a modelo.


O fato teria se consumado em 2017. Contudo, através de seus advogados, Mc Lan fez um pronunciamento oficial e solene, onde nega ter colocado a modelo em situações vexatórias. O funkeiro revela ainda que sempre foi um apoiador da causa LGBT+ e igualdade.

View this post on Instagram

NOTA DE ESCLARECIMENTO

A post shared by MC LAN NOVAMENTE 🇧🇷 (@mclan) on