Em meio às discussões sobre censura de materiais com conteúdo LGBT+, o secretário municipal de Cultura de Belo Horizonte, Juca Ferreira, afirmou que o prefeito Alexandre Kalil, está disposto a levar a próxima Bienal do Livro para a cidade.

“Acabo de conversar com o Prefeito Alexandre Kalil: Belo Horizonte está se oferecendo para sediar a próxima Bienal do Livro. Aqui não se prende livro nem se cultua a ignorância”, escreveu Juca em seu perfil do Twitter. No mês de julho a prefeitura da cidade foi destaque após vetar a apresentação de um grupo de teatro LGBTQ+, na Virada Cultural de Belo Horizonte..

No último final de semana a tentativa de censura vinda por parte do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella tomou conta das redes sociais. Isso porque, após o pedido de recolhimento dos livros com temática LGBT+, o caso foi parar no Superior Tribunal Federa (STF).


A resposta sobre recolher ou não recolher os livros LGBTs, saiu ainda neste domingo (8), quando o ministro Dias Toffoli suspendeu a decisão judicial proferida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o desembargador Cláudio Mello Tavares, expedida no sábado (7), que autorizava o recolhimento de obras literárias com temas LGBT+ na Bienal do Livro.