Após censura no Rio, prefeitura de BH se oferece para sediar Bienal

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Em meio às discussões sobre censura de materiais com conteúdo LGBT+, o secretário municipal de Cultura de Belo Horizonte, Juca Ferreira, afirmou que o prefeito Alexandre Kalil, está disposto a levar a próxima Bienal do Livro para a cidade.

“Acabo de conversar com o Prefeito Alexandre Kalil: Belo Horizonte está se oferecendo para sediar a próxima Bienal do Livro. Aqui não se prende livro nem se cultua a ignorância”, escreveu Juca em seu perfil do Twitter. No mês de julho a prefeitura da cidade foi destaque após vetar a apresentação de um grupo de teatro LGBTQ+, na Virada Cultural de Belo Horizonte..

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

No último final de semana a tentativa de censura vinda por parte do prefeito do Rio de Janeiro, Marcelo Crivella tomou conta das redes sociais. Isso porque, após o pedido de recolhimento dos livros com temática LGBT+, o caso foi parar no Superior Tribunal Federa (STF).

A resposta sobre recolher ou não recolher os livros LGBTs, saiu ainda neste domingo (8), quando o ministro Dias Toffoli suspendeu a decisão judicial proferida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro, o desembargador Cláudio Mello Tavares, expedida no sábado (7), que autorizava o recolhimento de obras literárias com temas LGBT+ na Bienal do Livro.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio