Ana Cañas
Ana Cañas (Reprodução/Instagram)

Para celebrar seu aniversário da maneira mais livre possível, a cantora Ana Cañas postou uma foto com os seios ao ar livre. Ela, que já havia sido censurada por essa mesma explanação, fez o mesmo. Mas, agora aproveitou o ensejo para postar com um texto sobre liberdade e autoaceitação.

“Hoje eu tô mais velha. Também tô mais bruxa, mais leoa, mais safada, mais rindo à toa e mais agradecendo sempre. Apesar do caos em que estamos mergulhados, meu coração transborda afeto e amor. Sinto que encontrei na música e na militância o sentido da minha vida, o propósito da minha alma”, disse.

“Sim, eu sempre fui a pirralha que cospe na cara na coordenadora escrota da escola. A menina que apanha dos meninos por defender o amigo autista da sala ou a garota que inventou um grupo de teatro na adolescência para criticar o sistema”, falou ainda. “Hoje, aos 39, entendo que a essência dessa pirralha é a mesma da mulher que me tornei. E isso é louco e maravilhoso”, continuou.


“Também vivo pra incomodar, pra cutucar com vara curta quem traz pequenez na alma e pra continuar cuspindo na cara dos caretas e fascistas. Hoje a opinião alheia me afeta bem pouco (não vou ser hipócrita de dizer que não me importo) mas levo na flauta, firme no meu propósito de estender a mão. Aprendi a usar a matemática do coração. Continuo achando que ficar na frente de um grupo de pessoas que eu nunca vi na vida e conseguir, de alguma forma, emocioná-los através da música é a profissão mais legal do mundo!”, ressaltou.