(Imagem: Divulgação/Netflix)

She-Ra e as Princesas do Poder, remake da Netflix para a clássica animação da década de 1980, terá sua terceira temporada exibida a partir de 02 de agosto no serviço de streaming. A animação se tornou um sucesso ao aliar diversidade e girl power à uma estética mais moderna e contemporânea.

Polêmico, o lançamento da animação foi alvo de boicote pelos setores mais conservadores e saudosistas do produto original. Inicialmente, as críticas se direcionavam ao desenho da protagonista, com traços perceptivelmente menos sexualizados do que os da antiga versão. Com o avanço da representatividade na animação, entretanto, as críticas se debruçaram sobre acusações de uma “propaganda gay” contida em seu enredo.

No sétimo episódio da segunda temporada, She-Ra e as Princesas do Poder apresentou Lance e George, os pais de Arqueiro, fiel companheiro da protagonista. O casal homoafetivo foi introduzido com naturalidade na trama. Apesar disso, o marco foi histórico, já que se tratava da primeira vez em que um casal gay negro foi representado em uma animação.


A terceira temporada de She-Ra e as Princesas do Poder estreia em 02 de agosto na Netflix.