Prêmio Sexy Hot 2019, conhecido como o Oscar do Pornô Brasileiro, terminou nesta madrugada (07) em um evento marcado pelo glamour, pelas polêmicas e pelo protagonismo feminino. Confira!

A sexta edição do prêmio foi a maior e mais cara de todas! Concorridíssimo, o evento foi repleto de participações especiais – e muitas, muitas beldades!

O protagonismo das mulheres começou já na abertura! Pela primeira vez, uma mulher foi convidada para apresentar todo o evento. Trata-se de Natália Klein, roteirista responsável por séries como “Adorável Psicose”, do Multishow. Nas últimas três edições, o cargo ficou nas mãos do ator Leo Jaime.


Nas categorias principais, as mulheres também brilharam. A realizadora Lidy Silva foi indicada para “melhor direção”, embora não tenha levado o prêmio para casa. Em 2018, Mila Spook se tornou a primeira mulher a vencer na categoria, mas não deve ser a última.

A atriz Dreadhot (quem também faz sucesso no Youtube) foi a mais premiada da noite e prometeu que passará a trabalhar, também, atrás das câmeras. O objetivo é focar em um “pornô feminista”.

A cantora Valeska Popozuda, a Youtuber Antônia Fontenelle e a MC Carol Bandida também marcaram presença na premiação.