Grupos LGBTI lançam nota de repúdio (Foto: Unsplash)
Grupos LGBTI lançam nota de repúdio (Foto: Unsplash)

Após publicação de reportagem fortemente discriminatória por revista virtual, entidades LGBTs nacionais se reúnem para emitir nota de repúdio. Vinte e três grupos assinam o repúdio.

Com o título “Como os grupos LGBTQ estão destruindo as normas e mudando a educação”, a matéria foi publicada no último dia 15 no site “Gazeta do Povo”. O texto, uma tradução do jornal americano Daily Signal, afirma que “as organizações LGBTQ trabalham em silêncio para desmantelar as normas éticas, zombando da educação, arruinando a vida de pessoas inocentes e destruindo a ingenuidade infantil.”

A nota de repúdio se debruçou para desmentir cada uma das alegações levantadas pela matéria, incluindo pontos polêmicos como a participação de pessoas transgênero nos esportes, a utilização de gênero neutro em documentos de registro e uma suposta “destruição da inocência infantil e da autoridade parental”.

Além de desmistificar as temáticas abordadas, a nota ressalta que direitos humanos não possuem filiação política e, por isso, direitos referentes à diversidade sexual e de gênero também não. Também aponta para o perigo de se espalhar fake news, que constituem falseamento da realidade e da história.


Segunda a nota, “discursos que afiam a faca, que agridem e assassinam centenas de LGBTI a cada ano no Brasil, devem ser repudiados de modo enérgico.” Você pode ler o conteúdo completo aqui.