Uma pesquisa realizada pela J.Leiva revelou que o público LGBTQ+ brasileiro costuma frequentar mais atividades culturais do que os heterossexuais. O levantamento avaliou a procura por leitura, cinema, shows, entre outros.

Conforme a pesquisa divulgada pela plataforma Tab Uol, a diferença entre LGBTs e héteros quanto à frequência de espetáculos de dança, por exemplo, é de mais ou menos 20%: (LGBTs 53% x héteros 33%), Museus (51% x 30%) e Teatro (50% x 30%).

Um detalhe que chama atenção, é que a maioria dos entrevistados que se declararam homossexuais, é formada por jovens com ensino superior. Além disso, a pesquisa destaca que a assiduidade de LGBTs às atividades culturais pode estar relacionada ao número de produções voltadas para o público.


“Podemos pensar na cultura como meio propício para questionamento dos padrões. Essa comunidade pode se sentir mais identificada em alguns espaços, mais à vontade, para ver ali meio de expressão inclusive nesse aspecto”, explicou a antropóloga Izabela Nalio Ramos.