Após ser barrada de utilizar o banheiro feminino por uma zeladora, Gretchen Diaz, mulher transgênero de 28 anos, foi algemada em shopping de cidade Filipina. O caso aconteceu na noite de terça-feira (13).

Gretchen Diaz se aproximou para utilizar o banheiro feminino normalmente, entretanto, foi abordada por uma zeladora que a encaminhou para o banheiro masculino. Recusando-se a utilizar o banheiro que não correspondia a sua identidade de gênero, Gretchen começou a registrar a situação em vídeo.

Indignado, o zelador convocou a equipe de segurança para conter a mulher. A situação logo alcançou uma proporção drástica quando a polícia local foi acionada e algemou a mulher, que foi retirada do shopping. A zeladora ameaçou prestar queixas à polícia por ter sido filmada.


Nas Filipinas, a discriminação em função da identidade de gênero é proibida por lei. Ao ter ciência da notícia, a prefeita da cidade se pronunciou publicamente sobre o caso, reforçando que “a cidade proíbe todas as formas de discriminação e protege e respeita a dignidade e os direitos humanos de todos, especialmente da comunidade LGBT+”.

A zeladora se desculpou por uma carta para Gretchen e afirmou estar “aprendendo sobre os direitos LGBT”. Gretchen Diaz não prestará queixas contra a zeladora, mas irá processar o shopping por não ter treinado seus funcionários.