Em sua conta no Twitter, a influencer transgênero Lana Almeida exibiu com entusiasmo sua nova certidão de nascimento. O documento retificou o nome e o sexo de Lana, que agora correspondem à sua identidade de gênero.

“Oficialmente Lana Almeida. Orgulho de ser uma mulher trans” escreveu ela, acompanhando uma foto em que segura o documento. Nos comentários, recebeu apoio e carinho por parte de seus seguidores.

Lana se tornou famosa, principalmente, através do grupo do Facebook “LDRV”, do qual é dona. O grupo, um dos mais acessados pelos jovens no país, alavancou o trabalho da influencer como youtuber, DJ e garota de programa. Em fevereiro desse ano, Lana lançou seu primeiro videoclipe oficial na plataforma. O vídeo contou com participações da modelo Ellen MilgrauBianca DellFancy e Cece Grace.

A retificação de nome e gênero nos registros civis é um direito das pessoas trans (travestis, transexuais, homens e mulheres trans e pessoas não-binárias) no Brasil. No ano passado, o Supremo Tribunal Federal se pronunciou a favor da histórica demanda da comunidade trans. A retificação independe de cirurgias ou de laudo pericial e pode ser realizada em cartórios.