Boa notícia para a comunidade LGBTI+ de Juiz de Fora! A cidade, localizada no interior de Minas Gerais, inaugurou seu Centro de Referência de Promoção da Cidadania de lésbicas, gays, bissexuais, travestis, transgêneros, transexuais, não-binários e intersexuais. No ano passado, Belo Horizonte inaugurou Centro semelhante.

O CeR-LGBTQI+, como é conhecido, foi inaugurado na última segunda-feira (05) como parte da Semana Rainbow da Universidade Federal de Juiz de Fora. A programação inclui outras atividades voltadas para a diversidade sexual e de gênero e é realizada no campus da UFJF, uma das maiores universidades federais do país.

A iniciativa para a criação de um Centro de Referência para a comunidade LGBTI partiu do Polo de Referência LGBTQI da universidade, que inclui, ainda, um Observatório da Diversidade Sexual e de Gênero. O Polo trabalha com diversas comissões que analisam questões e propõem intervenções e projetos para a comunidade universitária e municipal.


“O CeR-LGBTQI+ surge a partir do desejo político de pessoas e grupos que querem fazer diferença na cidade e constituir um espaço para as pessoas LGBTQI+ que passam por algum tipo de violação de direitos por serem LGBTQI+”, afirma o coordenador do espaço, Professor Marco José Duarte, para o jornal Tribuna de Minas.

O Centro de Referência para a comunidade LGBTI já está em funcionamento na Faculdade de Serviço Social da Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF).