Capa deste mês da revista Vogue Brasil, o ator Jesuíta Barbosa, conhecido por estrelar produções brasileiras com temáticas LGBTQ+, falou pela primeira vez sobre sua sexualidade.

Segundo Jesuíta, que tem como inspiração o cantor David Bowie, as questões de gênero e sexualidade vão além de ser “viado ou hétero” e devem ser vistas de maneira mais fluída, sem ser limitado.

“Experimentar o feminino como transgressão me ajudou a crescer como ser humano. Mas nunca falaria de sexualidade abertamente se não fosse como provocação ou para abrir possibilidades. Nossa tentativa de discutir essas questões está num lugar muito retrógrado ainda. Acho, por exemplo, a ideia de me colocar como viado ou hétero limitadora, são como duas caixas pré definidas”, argumentou o ator, que foi destaque na novela Verão 90 (TV Globo).


Logo em seguida o global afirma, de forma política, sua sexualidade. “Mas se for para me colocar em função da comunidade, pode escrever aí, por favor: sou viado”, disse Jesuíta, que no início do ano protagonizou uma cena de beijo gay com o ator João Vitor Silva, na MTV.