Visibilidade Trans
Visibilidade Trans (Foto: reprodução)

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) está tentando identificar dois homens que agrediram duas travestis em Taguatinga Sul. As travestis foram agredidas até ficarem desacordadas. Ainda não se sabe exatamente o dia da consumação do ato, contudo, as imagens da filmagem estão circulando desde o dia 21 deste mês.

Os suspeitos acometeram as vítimas com pedaços de madeira e bateram nelas a ponto de deixá-las desacordadas. Porém, logo em seguida, fugiram em um carro branco. 

“Apesar de não termos ninguém identificados, nós estamos empenhados em elucidar o caso”, afirma a delegada Ângela Maria dos Santos, chefe da Delegacia Especial de Repressão aos Crimes por Discriminação Racial, Religiosa ou por Orientação Sexual ou Contra a Pessoa Idosa ou com Deficiência (Decrin).


Segundo o Correio Braziliense, a delegada que está à frente do caso espera contar com depoimento de testemunhas em breve.“Pedimos para que elas e possíveis testemunhas nos procurem, pois se trata de um crime grave. Nós damos a certeza da discrição e não vamos divulgar qualquer informação sobre essas pessoas”, garante. 

Vale frisar que crimes contra travestis já representam uma quantidade exorbitante e denotam uma realidade muito escabrosa. Recentemente, uma travesti, identificada apenas pelo prenome de Tifane, 32 anos, foi baleada no rosto, no bairro da Pituba, em Salvador.