Estudo aponta que LGBTfobia cresceu nos últimos anos nos EUA

Publicadohá pouco tempo
Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

Um estudo realizado pela Universidade da Califórnia apontou que os crimes de LGBTfobia têm crescido cada vez mais nos Estados Unidos. Ainda conforme o estudo, minorias como judeus e pessoas negras também têm sofrido ataques constantes.

Segundo o The Guardian, resultados da pesquisa revelam que os ataques causados por pessoas que fazem parte de grupos supremacistas brancos misóginos aumentaram significativamente.

Continua depois da publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio

O estudo ainda aponta que dentro da comunidade LGBTQ+ as pessoas que mais estão vulneráveis são as transexuais negras. Apenas neste ano foram registrados cerca de 12 assassinatos a transgêneros nos EUA – apenas 30 dos 50 estados do país possuem leis que criminalizam ataques de ódio contra LGBTs.

Recentemente o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, afirmou que está aplicando a política contra transexuais nas Forças Armadas do país porque, segundo ele, pessoas transgênero usam “muitos remédios”.

Aqui no Brasil a lei contra LGBTfobia entrou em vigor a partir do dia 13 de junho, após uma votação de 8 a 3. A ação ocorreu logo após o Atlas de Violência Nacional mostrar que aumento de casos de LGBTfobia no país desde 2011.

Publicidade

Carregando...

Não foi possível carregar anúncio