Damares Alves (Valter Campanato/Agência Brasil)

Após sofrer incisivas críticas decorrentes de sua fala acerca do número exacerbado de abuso sexual no Marajó, Damares Alves se pronunciou. Sua defesa foi feita através de sua conta no Instagram.

Rememorando o caso, a ministra afirmou.“Especialistas chegaram a falar para nós que as meninas lá são exploradas porque elas não têm calcinhas, elas não usam calcinha porque são pobres”. Evidentemente que essa fala não ficaria por isso mesmo e, nesse sentido, logo repercutiu nos meios midiáticos.

Assim, em sua defesa, Damares aproveita o ensejo e faz um convite inusitado aos famosos.“Quero convidar em especial cantores, artistas, apresentadores, políticos que se importam com as meninas que vêm sofrendo abusos na ilha do Marajó”.


Outra astista que reagiu com veemência à fala de Damares foi Fafá de Belém, que fez um vídeo solene de repúdio à ministra. Desse modo, Damares desafia:“Vem Fafá de Belém, nos ajude, vamos fazer um show para levantar recursos para o combate do abuso e a exploração sexual infantil”.