Em mais um ataque à comunidade LGBT, o Presidente Jair Bolsonaro afirma que filmes com temática de diversidade sexual e de gênero não receberão financiamento público pela Agência Nacional do Cinema, a Ancine.

A informação foi veiculada durante uma transmissão ao vivo organizada pelo próprio presidente. Na ocasião, o diretor citou o filme “Transversais” que fala sobre a vivência de transexuais no Ceará e criticou a produção ‘Afronte’, que tratará sobre a vida de jovens negros gays.

“Confesso que não entendi por que gastar dinheiro público com um filme desse, o que que vai agregar no tocante a nossa cultura, as nossas tradições. Não tô perseguindo ninguém, cada um faz o que bem entender e que vai ser feliz. Agora gastar dinheiro público para esse tipo de filme…” Comentou o presidente.


Questionado anteriormente sobre censura, respondeu: “Não existe! Como já falei para vocês, essa questão de recurso público, se entra renúncia fiscal ou não, a gente não pode aceitar qualquer coisa!”.

Em junho deste ano, Bolsonaro causou polêmica ao criticar o filme “Bruna Surfistinha”, um dos maiores sucessos do cinema nacional e que recebeu o financiamento da Ancine. Este mês, o político voltou a criticar a comunidade LGBT em eventos públicos.