Universitários discriminam pacientes com HIV em hospital (imagem: Unsplash)
Universitários discriminam pacientes com HIV em hospital (imagem: Unsplash)

Viralizou nas redes sociais uma postagem realizada no Instagram de um estudante universitário de Manaus. Na foto, três estudantes fazem piada com o fato de estarem indo estagiar em uma unidade hospitalar voltada para atendimento de pacientes que convivem com o vírus do HIV/AIDS.

Na imagem, os estudantes aparecessem vestindo máscaras hospitalares tapando todo o rosto. Na legenda, “Quando você descobre que o estágio é no Tropical”. Trata-se da Fundação de Medicina Tropical Heitor Vieira Dourado, unidade que realiza o acompanhamento dos pacientes que convivem com o vírus do HIV/AIDS. A fundação em questão é referência no tratamento de infecções sexualmente transmissíveis (ISTs).

A foto gerou revolta nas redes sociais e os estudantes bloquearam suas contas para se esconder das críticas. Em nota à imprensa, a universidade responsável afirmou que as atitudes “serão apuradas e as medidas serão tomadas conforme o regimento Geral da Instituição”. O Fórum de Saúde da região também emitiu uma nota de repúdio aos estudantes que estariam “demonstrando medo e passando terrorismo para a sociedade, assim reforçando o estigma já vivido diariamente, além do preconceito para com as pessoas que vivem com HIV/AIDS.”


No Brasil, aumentaram os números da transmissão do vírus do HIV. Em Tocantis, a transmissão já está sendo considerada epidêmica. A discriminação contra as pessoas que convivem com o HIV/AIDS é um crime punível através da Lei nº 12.984/2014.