Após diversos ataques homofóbicos e até ameaças de morte, o deputado federal David Miranda (PSOL), usou seu perfil no Twitter nesta quarta-feira (31), para se declarar para o seu esposo, Glenn Greenwald.

“Eu queria que as pessoas te conhecessem 10% do que eu conheço. Sua coragem, seu senso de justiça, de humanidade, e de respeito ao próximo. Sinto orgulho do ser humano que você é”, escreveu David.

“Obrigado por cada dia do meu lado, me ajudando a ser uma pessoa melhor. Te amo”, finalizou o parlamentar, que no mês passado foi acusado de terrorismo por um deputado bolsonarista.


Na última semana David e Glenn passaram por um momento difícil, após seus filhos terem o visto negado para visitarem a avó em estado terminal nos EUA. O caso só foi resolvido depois de uma má repercussão na mídia.