A cantora Cher voltou a criticar o presidente Jair Bolsonaro (PSL). Em seu perfil do Twitter, a artista compartilhou uma matéria que traça o perfil do presidente e ressaltou sua semelhança com Donald Trump.

Na publicação, que foi compartilhada no último sábado (23), Cher cita as últimas declarações dadas por Bolsonaro sobre as queimadas que atingem a Amazônia. Segundo ele, o desastre foi causado por ONGs que têm a intensão de prejudica-lo.

“Parece que Trump e Bolsonaro são irmãos de outra mãe. Bolsonaro disse que os incêndios estão sendo feitos para fazerem ele parecer mau. Não acho que ele precise de nenhuma ajuda para parecer mau. Mandando orações para o povo brasileiro”. escreveu Cher, que já chamou Bolsonaro de Porco.


A artista não é a primeira celebridade internacional a protestar contra a situação que ocorre na Amazônia. Madonna, por exemplo, usou sua conta do Instagram para chamar atenção para o desastre na floresta. Além disso, outros artista também se posicionaram.