Após a gigante fashion Victoria’s Secret contratar sua primeira modelo transgênero, foi a vez da tradicionalíssima marca Chanel assinar seu primeiro contrato com uma modelo trans. Teddy Quinlivan foi o nome escolhido para esse passo histórico!

No início do mês de agosto, a marca de lingeries Victoria’s Secret anunciou que Valentina Sampaio seria a primeira modelo transgênero a posar para a empresa. A notícia foi recebida com aplausos pela comunidade LGBT, esperando que o movimento significasse uma maior abertura das grandes marcas fashion para as profissionais transgênero. 

Agora, a luxuosa Chanel também anunciou a contratação de sua primeira modelo trans. A pioneira foi Teddy Quinlivan, que protagonizou uma campanha de beleza para a marca. A modelo anunciou o trabalho em sua página do instagram – e aproveitou para contar um pouco sobre sua trajetória:


“Esse foi um desses momentos de triunfo e lágrimas para mim. Toda minha vida foi uma luta.” Contou a modelo, ao comentar sobre ter sofrido bullying na escola e agressões físicas em casa. “Esse foi um dos momentos que fez tudo isso valer a pena. Eu estou profundamente orgulhosa de representar minha comunidade.”

Teddy Quinlivan se assumiu publicamente como uma mulher trans em 2017. Na época, ela afirmou que decidiu contar sobre sua identidade de gênero na mídia como resposta ao governo de Donald Trump, que é contrário ao direito das pessoas transgênero nos Estados Unidos.