O último final de semana deveria ser de celebração para a comunidade LGBT em Amsterdam. Após uma semana de diversos eventos, foi realizada a Parada do Orgulho LGBT local. Apesar disso, para um casal de lésbicas, a festa terminou em tragédia.

Katya Sazanova, 29 anos, e sua namorada Ana Camboim, 26, voltavam para casa de mãos dadas após a celebração. Seu trajeto, entretanto, foi interrompido pela presença de dois homens que dividiam uma motocicleta e as assediaram, pedindo para “participar da relação”.

Katya Sazanova e sua namorada.

Ana respondeu a provocação, dizendo para eles “irem embora e continuarem dirigindo”. Foi o suficiente para que os homens descessem do veículo e as agredissem fisicamente.


Ana Camboim foi agredida no rosto e caiu no chão imediatamente. Katya também foi agredida na face. Ambas terminaram com o rosto machucado, inchaço facial e lábios cortados.

A polícia foi informada sobre o caso, mas a falta de informações mais precisas sobre os agressores pode dificultar as investigações. No Brasil, uma jovem foi espancada recentemente por ser lésbica.