Parece que a confusão entre a rapper Azealia Banks e a cantora Pabllo Vittar está longe de ter um fim. A norte-americana voltou a falar mal da drag queen brasileira e continua sem nenhum filtro.

Em uma conversa privada pelo Instagram, um fã das artistas perguntou para Azealia se ela não iria pedir desculpas publicamente pelas ofensas que ela proferiu contra a comunidade drag e aos gays, ao falar de forma pejorativamente sobre Pabllo Vittar.

Em resposta, a rapper afirma que não deve nada a Pabllo e que ela é uma artista de “nível c”. “Como eu ofendi uma comunidade inteira ao dizer pra uma drag queen que ela não está arrasando como pensa que está? Pabllo me dá uma vibe de artista de nível C ao fazer a arte dele uma réplica em estilo cabaré do que os artistas estão fazendo em mercados de nível A”, escreveu Azealia.


E completou: “Eu sinto que muitos artistas brasileiros têm um estilo forçado de audição do American Idol que é desnecessário. O Brasil tem uma cultura rica, profunda e única… a cultura americana é tão vazia e pobre. (…) Meu maior desejo é que Pabllo encontre sua voz artística de verdade, ela não tem uma ainda. Ela copia o que ela vê e então quer exigir respeito de uma artista que trabalhou duro e literalmente sofreu para achar a própria voz. Dito isso, eu nunca vou abrir um show para a va* e não peço desculpas”.

Não satisfeita, Azealia ainda criticou toda a cena pop nacional, afirmando que os artistas brasileiros não usam os ritmos ancestrais e “poder espiritual”, da maneira que deveriam usar.

“Eu sinto que os pop stars brasileiros atuais meio que tentam ‘subir’ ao pop ocidental quando eles deveriam simplesmente destruir tudo com aquelas profundas raízes brasileiras e poder espiritual”, concluiu a cantora, que comprovadamente é menos popular que Pabllo Vittar.

Conversa privada publicada por Azealia Banks (Reprodução/Instagram)