Pouco depois do monumento em homenagem aos LGBTs mortos pelo nazismo amanhecer vandalizado em Berlim, um marco canadense de apoio à comunidade LGBT também é violado com frases homofóbicas.

Trata-se do “Rainbow Crossing”, uma faixa de pedestres com as cores do arco-íris que corta uma importante via da cidade de Calgary, maior cidade da província de Alberta, Canadá. O marco foi vandalizado com uma pichação da frase “Atire em um veado”.

O caso está sendo investigado pela polícia local como um crime de ódio. O Canadá é um dos países que mais protege a comunidade LGBT ao redor do globo. A discriminação e o preconceito, inclusive o discurso de ódio, contra a comunidade LGBT é considerada crime no país.


Nas redes sociais, diversos usuários se revoltaram com a ação e prestaram solidariedade à comunidade LGBT. Um grupo de moradores locais também foi ao local da pichação e a cobriu com frases de apoio, como “você é válido” e “amor é amor”.

Esta semana, o memorial em homenagem às vítimas LGBTs do Nazismo foi violado em Berlim, na Alemanha. Escultura que apresentava vídeo histórico de beijo entre dois homens amanheceu coberta de tinta preta.