26 homens foram presos em um famoso ponto de encontro para sexo gay na cidade de Washington, Estados Unidos, durante o ano passado. Advogado dos acusados fala em “perseguição“.

As prisões aconteceram em um parque no centro da cidade. À noite, o Meridian Hill Park era utilizado por homens que buscavam sexo gay. O local era conhecido e utilizado para esses fins por mais de cinquenta anos.

As operações foram realizadas por policiais disfarçados que entravam no local fingindo se interessar pela prática sexual. Os acusados foram incriminados por conduta imprópria, lascívia, entrada ilegal e abuso sexual.


Para o advogado de algumas das vítimas, trata-se de uma ação de perseguição à comunidade gay. Embora público, o local não era movimentado durante a noite e todos os envolvidos nos atos sexuais eram adultos que consentiam aquelas práticas. “As pessoas que praticaram os atos estavam ali procurando o que queriam”, afirmou o advogado, lembrando as batidas policiais que ocorriam em bares gays durante os anos sessenta.

Nas últimas décadas, diversas cidades pararam de realizar ações com policiais disfarçados como forma de prender pessoas que fazem sexo em lugares públicos. O investimento em policiamento uniformizado extensivo e iluminação de qualidade nesses locais se tornou mais eficiente para evitar a prática.