Websérie Fica Comigo (Divulgação)
Websérie Fica Comigo (Divulgação)

Estreou nesta quarta-feira (17) no canal Meu Sobrenome é Vida, no YouTube, a websérie Fica Comigo. A produção, que conta com oito episódios, relata o conflito dos jovens com a sexualidade.

Conforme um dos criadores da série, Emerson Ghaspar, a ideia de escrever a série “surgiu da necessidade de falar sobre aceitação e como o mundo torna isso tão difícil para nós, LGBTQ+”. A série também conta com a colaboração do escritor Adão Mota.

Além da trama central, que fala da dificuldade dos jovens em revelarem a sexualidade para a sociedade, a série também relata a dificuldade que algumas pessoas LGBTs encontram em assumirem seus próprios desejos.


“A Fica Comigo conta história de Gui (Piter Henrique), um rapaz reservado que foi criado pela irmã Silvia (Joelma Marcolino) e que esconde seus desejos. Percebendo que ele é diferente do que é esperado por ela, Silvia o leva a um psicólogo que indica um curso de teatro para que ele adquira autonomia e consiga se expressar melhor”, diz a sinopse da produção.