Vice-presidente Hamilton Mourão (Reprodução/TVGlobo)
Vice-presidente Hamilton Mourão (Reprodução/TVGlobo)

O vice-presidente e general da reserva do Exército Brasileiro, Hamilton Mourão confessou que dentro das Forças Armadas sempre houve casos de homossexualidade. A declaração foi dada durante uma entrevista ao Conversa com Bial (TV Globo), nesta terça-feira (16).

Questionado sobre a diversidade sexual dentro do regime militar, Mourão foi direto e não fugiu da pergunta. “É uma questão delicada. Transgênero só existe um caso ou dois, se houve. Homossexualidade sempre houve, agora, dentro da disciplina e da hierarquia”, disse.

Em outro momento da entrevista o vice-presidente foi perguntado sobre a relação que entre ele e o presidente Jair Bolsonaro. Segundo Mourão, é necessário ter “disciplina intelectual” para reconhecer seus limites.


“É necessário chegar na porta do avião e cheirar o vento. Mas quem pula é o presidente”, referindo à sua experiência como paraquedista. E completou: “General e soldado têm que sair por aquela porta. Todos sentem o medo e todos superam. Isso cria um espírito de corpo muito peculiar que ocorre em todos os exércitos do mundo”.